segunda-feira, 2 de setembro de 2013

4 vitórias = Supertaça + liderança da Liga


Objetivo cumprido: 4 vitórias, neste pequeno ciclo pré-fecho de mercado, que correspondem à conquista de um troféu e à liderança da Liga. Mérito de Paulo Fonseca e da estrutura do FC Porto que souberam manter os jogadores focados e motivados apesar dos rumores do mercado.
Ontem o FC Porto não conseguiu manter o nível dos jogos anteriores (é impossível jogar com brilhantismo todas as jornadas de um campeonato), mas manteve-se sólido e compacto (a única oportunidade de golo do adversário resultou de uma oferta de Maicon). Do outro lado esteve um Paços bem menos desafiador do que aquele que defrontou o Zenit, mas o FC Porto teve paciência e nunca ficou ansioso por o golo não aparecer.       
O nosso trilho será seguido independentemente dos resultados dos rivais. Aliás, o FC Porto tinha muito pouco interesse no resultado do derby de Lisboa. O empate em Alvalade serviu mais para arrefecer o histerismo da imprensa indígena: não houve reabilitação do Benfica nem se manteve a liderança do Sporting!

1 comentário:

Armando Pinto disse...

Importante vitória diante do Paços, a possibilitar o distanciamento na tabela classificativa. que é o mais importante.
Isto numa bonita tarde de futebol, num ambiente muito colorido de azul, com vitória justa mas tardia, por via dum Jackson perdulário, que abusa da mania dos lances bonitos, que acabam por se tornar feios. Não entendo como o Ghilas ainda não entrou um minuto sequer, quando o ataque nem ata nem desata, em situações tais... Há muito trabalho a fazer ainda, embora os resultados estejam a ajudar à moral. No fim de contas foi uma bela tarde de futebol, a demonstrar que o futebol tem outro encanto em jogos disputados de tarde, em tardes de domingo.
Outras considerações mais particulares faço-as no meu Memória Portista http://memoriaporto.blogspot.pt/
Abraço.